Homem foi preso por abandonar gato em rodovia

Polícia Rodoviária Federal flagrou tentativa de abandono

Homem foi preso por abandonar gato
Gato foi resgatado pela PRF e enviado à adoção (Foto: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou um homem abandonando um gato às margens da BR-116. A rodovia liga as cidades de Fortaleza, no Ceará, e Jaguarão, no Rio Grande do Sul. O indivíduo foi abordado na altura do quilômetro 52. O homem foi preso e responderá em liberdade por maus-tratos e abandono de animais.

O caso aconteceu perto do município de Vacária, na serra do Rio Grande do Sul. A PRF viu tudo acontecer durante uma ronda de rotina na rodovia. Os policiais chegaram quando o suspeito tentava se livrar do animal. Ele estava em uma picape branca e não conseguiu se explicar.

prf-prende-homem
PRF flagrou momento do crime (Foto: Divulgação/PRF)

Questionado sobre o que estaria fazendo na área de escape da rodovia com o gatinho, ele caiu em contradição. O gato foi encaminhado à ONG Amigo do Bicho, na cidade de Vacária.

A instituição cuidou dele até o encerramento da ocorrência. Depois, o felino foi encaminhado à adoção.

Homem foi preso em um crime que é frequente

Infelizmente, casos de abandono de animais são cada vez mais comuns. É triste, mas é real e faz parte do dia a dia. Donos sem coração procuram regiões isoladas e áreas rurais para se livrarem dos animais.

Por outro lado, quem acaba tento trabalho em dobro são os moradores das regiões onde cães e gatos são abandonados. Pessoas de bom coração acabam acolhendo os bichinhos, mesmo sem condições. Portanto, a irresponsabilidade é maior do que parece.

Leia também:

Cadela foi espancada, torturada e pintada com spray, mas teve final feliz

Mulher doa rim a ex-marido para que filhas não fiquem sem pai

Mulher some em excursão e entra em grupo de buscas por ela mesma

Claro que o abandono em si já é maldade suficiente, digna do que aconteceu no caso de Vacária.

Por ter sido preso em flagrante em um crime de menor potencial ofensivo, o indivíduo assinou um termo circunstanciado. Mas ele terá de se explicar à justiça.

Enfim, torcemos para que casos como este sejam mais frequentes. Mas não estamos falando dos abandonos, e sim das punições a quem abandona animais indefesos.

Nota média 4.8 de 9 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.