Máscaras e luvas descartadas estão poluindo os oceanos 

Materiais criados para resolver um problema estão causando outro

Máscaras e luvas descartadas estão poluindo os oceanos
(OceanAsia)

Em muitos países, o avanço da Covid-19 exige medidas sanitárias drásticas. Máscaras e luvas, por exemplo, já são obrigatórias em várias cidades. Sendo assim, aumenta também a quantidade de itens descartados. E, certamente, parte do que é descartado acaba indo parar no mar.  

Após diversas avaliações, feitas por especialistas em saúde, foi constatado que as máscaras, de fato, são efetivas. O uso pode mesmo ajudar no combate à propagação da doença. No caso de pessoas que já estão contaminadas, por exemplo, são ainda mais úteis.

View this post on Instagram

Sadly No Shortage of Surgical Masks On Hong Kong Beaches OceansAsia are currently 5 months into a year long study of #marinedebris and #microplastics. Our research site is located on the Soko Islands, a small group of islands located south west of Lantau at the mouth of the Pearl River delta and one of the focuses is investigating the make up of the debris, where it comes from etc. On this months survey trip the team noticed a new arrival to the beach, the surgical mask. Besides the obvious disgust in hygiene mentality the interesting part for us is seeing the timing. With such a massive social change (everyone wearing masks) it has taken 6 weeks to see the effects wash up on our beaches. Surgical masks would possibly have been there before the COVID-19 virus in very small numbers, but no way on the scale we witnessed. We have been on this beach twice a month for 5 months. In Hong Kong we have already seen our nature trails getting trashed by masks, however to now know that something introduced enmasse to a population, takes just 6 weeks to arrive on our beaches. This highlights we have a serious waste management system, both in Hong Kong & China. Photo: Naomi Brennan *Gloves were worn at all times and collected masks were disposed of correctly. #covid19 #virus #cdc

A post shared by OceansAsia (@oceansasia) on

As luvas, por outro lado, são mais indicadas para profissionais da saúde e pessoas que mexem com itens que serão distribuídos. Claro que, se todos usarem os dois materiais, a coisa fica ainda mais segura. Mas isso, com já tido, aumenta também a quantidade de materiais produzidos e o lixo, muitas vezes, acaba no mar.  

Máscaras e luvas descartadas indevidamente poluem oceanos 

O grupo de conservação OceanAsia tem denunciado esse problema na Ásia. Rios e mares estão recebendo grande quantidade de máscaras cirúrgicas e luvas de borracha descartadas. São usados para evitar um problema, e acabam causando outro.

mascaras e luvas
(OceanAsia)

Outro grupo, o americano Clean This Beach Up, de Miami, criou um desafio para tentar reverter isso. Em suma, a ideia foi batizada de #TheGloveChallenge (desafio da luva). O objetivo é, portanto, incentivar as pessoas a postarem fotos descartando corretamente as luvas usadas. 

O desafio se tornou mundial e, em pouco tempo, a iniciativa recebeu mais de 2 mil fotos vinda do várias partes do planeta. Enfim, a coisa é muito séria e vai além da falta de educação em si. Plástico e borracha são materiais que demoram para se decompor e causam danos ambientais sérios. 

Leia também: 

China: Fotos de médicos e enfermeiros com rostos feridos pelo uso contínuo de máscaras viralizam 

Bebê de 6 meses sobrevive a coronavírus, cirurgia cardíaca e colapso pulmonar 

Quais são os sintomas do novo coronavírus? 

Recomendamos para você



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *