Pastor que classificou coronavírus como histeria morreu infectado pela doença

Ele disse que se tratava de uma histeria em massa para derrubar presidente

Pastor que classificou o coronavírus como histeria morreu infectado pela doença

Nos Estados Unidos, o pastor e músico gospel Landon Spradlin, de 66 anos, morreu contaminado pela Covid-19. O pastor que classificou o coronavírus como histeria teria contraído a doença durante uma viagem a Nova Orleans. Ele era apoiador de Donald Trump e tinha 66 anos.

As informações, em resumo, são do site Raw Story, reproduzidas pelo site Metrópoles. A vítima da doença negou a ameaça do vírus algumas vezes antes de morrer. Ele é morador do estado norte-americano da Virgínia. Em suma, Spradlin foi uma das primeiras vítimas nesse estado.

pastor morreu com coronavírus
Pastor que classificou coronavírus como histeria foi contaminado durante viagem

Ele compartilhou memes e posts duvidosos que afirmavam que a mídia usada o coronavírus para derrubar Trump, por exemplo. Disse que se tratava de uma “histeria em massa”.

Enfim, ainda dentro de sua linha de atuação religiosa, compartilhou um post sobre a história de um missionário que teria ficado protegido da peste bubônica com o “espírito de Deus”.

“Enquanto eu andar à luz dessa lei, nenhum germe se ligará a mim”, escreveu ele na publicação.

pastor disse que coronavírus era histeria morreu de coronavírus
O pastor e músico gospel Landon Spradlin (Foto: Reprodução)

Mais informações sobre o novo coronavírus:

Quais são os sintomas do novo coronavírus?

Consumo ilegal de pangolins na China seria origem do surto de coronavírus

Gata acostumada ao silêncio reclama por donos estarem em casa na quarentena

Recomendamos para você



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *