Filmes para chorar na Netflix: 10 títulos para se emocionar profundamente

Confira filmes disponíveis na Netflix que não arrancar lágrimas de emoção de qualquer pessoa

Filmes para chorar na Netflix

O ano apenas começou e já trouxe uma grande obra que já figura entre as mais emocionantes dos últimos anos. “História de um casamento” é lindo e chamou muita atenção, tanto que rendeu diversas indicações ao Oscar. Ele integra nossa lista de filmes para chorar na Netflix 2020, certamente.

história de um casamento ganhou o óscar
‘História de um casamento’ concorreu em 6 categorias no Oscar – Foto: Netflix

 

Lembrando que a lista não conta apenas com filmes recentes. Estamos falando de títulos disponíveis na plataforma, originais ou não, e que vão te arrancar lágrimas. Sem dúvida vale a penas ver cada um deles.

Filmes para chorar na Netflix – Prepare os lenços

Enfim, na lista a seguir, você encontrará obras de diversos gêneros. Portanto, há filmes emocionantes para todos os gostos. Seja para quem quer conhecer uma das maiores sensações do Oscar 2020, ou para quem quer conhecer novidades.

Em conclusão… divirta-se

1. História de um casamento (2019)

história de um casamento filme
Foto: Netflix

Um filme original Netflix, e um dos destaques do Oscar 2020. A obra teve 6 indicações e faturou a estatueta de melhor atriz coadjuvante, com Laura Dern.

O filme acompanha a trajetória de Nicole (Scarlett Johansson) e Charlie (Adam Driver) que estão em processo de divórcio. Uma série de desentendimentos faz com que tudo fique ainda mais doloroso.

2. Sete minutos depois da meia-noite (2017)

 

Sete minutos depois da meia-noite filme
Foto: Divulgação

A bela e triste história tem como protagonista Conor (Lewis MacDougall), de 13 anos. Com um pai ausente, mãe em câncer terminal e desprezo da avó e colegas de escola, ele acaba achando uma saída.

Durante os sonhos, ele troca suas histórias reais por histórias fantasiosas contadas por uma árvore gigante. A obra trata temas como perda e solidão de uma forma ímpar.

3. Como eu era Antes de Você (2016)

 

Como eu era Antes de Você
Foto: Divulgação

Após um acidente que o deixa tetraplégico, Will (Sam Claflin) precisa se adaptar a uma nova vida. Rico e bem sucedido, ele tinha tudo antes do acidente. A realidade que o acompanhará para sempre o torna depressivo e agressivo.

Preocupados, os pais de Will contratam Louisa (Emilia Clarke) para cuidar do rapaz. A garota humilde, mas esforçada em melhorar o humor do novo patrão, acaba conquistando o homem.

4. Brilho eterno de uma mente sem lembranças (2004)

 

Brilho eterno de uma mente sem lembranças
Foto: Divulgação

Este filme já é considerado um clássico. Certamente, entra na lista de filmes para chorar na Netflix 2020 e em qualquer outra lista ou ano. Com atuações lindas de Jim Carrey e Kate Winslet, a obra é a preferida de muita gente.

Após o fim do relacionamento, Joel e Clementine ficam muito tristes, pois se amam e tentaram de tudo para fazer dar certo. Ela decide se submeter a um experimento que apaga Joel de sua mente. Decepcionado, ele se submete ao mesmo processo, mas acaba desistindo.

Ele passa então a colocar Clementine de volta em suam mente, mesmo onde ela não estava originalmente.

5. Pais e filhas (2015)

 

Pais e filhas Filmes para chorar na Netflix
Foto: Divulgação

O filme acompanha um pai (Russel Crowe), um homem mentalmente instável, que cria a filha de cinco anos sozinho após a morte da esposa. O tempo passa e quando ela se torna adulta (Amanda Seyfried) ainda tenta entender a própria infância, enquanto cuida de crianças com problemas psicológicos.

Leia também:

20 atores que interpretaram famosos e ficaram idênticos

10 melhores filmes da década segundo críticos

Atores que viveram personagens Marvel e DC

6 – O menino que descobriu o vento (2019)

 

O menino que descobriu o vento Netflix
Foto: Netflix

Este original Netflix é baseado na história real de William Kamkwamba, vivido por Maxwell Simba. Um garoto de 14 anos, não aceita um lugar no mundo imposto por outros e que ele discorda. Sendo assim, não descansa até descobrir uma forma de ajudar o vilarejo a superar a seca.

Com barreiras diversas, entre elas a própria família, os costumes e a pobreza, ele não desiste.

7. Perfeita para você (2019)

 

Perfeita para você
Foto: Divulgação

Esta linda história é protagonizada por Abbie (Gugu Mbatha-Raw) e Sam (Michiel Huisman). O casal perfeito se conhece desde criança e nutre uma relação que, para todos, seria eterna.

Mas quando Abbie descobre um câncer terminal, as vidas deles mudam totalmente. A partir daí, o mundo vira de cabeça para baixo e cada minuto passa a ser ainda mais precioso.

8. Quatro vidas de um cachorro (2017)

 

Quatro vidas de um cachorro
Foto: Divulgação

Há quem diga que quase todo filme de cachorro faz chorar. Pode até não ser verdade, mas este, certamente, vai te fazer chorar.

A história acompanha um cãozinho que morre e reencarna várias vezes em raças, anos e famílias diferentes. Ele tenta entender o que realmente significa para suas famílias e qual o propósito de voltar, amar e viver tudo que passou e passará.

9. À espera de um milagre (2000)

À espera de um milagre - Filmes para chorar na Netflix
Foto: Divulgação

Baseado na obra de Stephen King, este filme está longe de ser um terror. O longa acompanha o dia a dia de uma prisão, onde detentos estão no corredor da morte. Acusado de um crime que não cometeu, o enorme e gentil John Coffey (Michael Clarke Duncan) aguarda seu destino fatal.

Enquanto a hora não chega, o chefe da guarda (Tom Hanks) descobre a nobreza do prisioneiro. Coffey tem um dom milagroso, sobrenatural, focado em retirar o mal dos outros e neutralizá-lo em si.

Os dias antes da execução da pena de morte são cobertos de magia, mistério e muita tristeza. Uma linda alma, nascida para ajudar o próximo, condenada por falhas humanas.

10. Uma Lição de amor (2002)

 

Uma Lição de amor - Filmes para chorar na Netflix
Foto: Divulgação

Enfim, a triste e emocionante história acompanha Sam Dawson (Sean Penn), um homem deficiente mental que cria a filha Lucy (Dakota Fanning) com ajuda dos amigos. Mas a menina, com apenas sete anos, já é considerada mentalmente mais avançada do que o pai.

Uma assistente social tenta levar Lucy para um orfanato, por acreditar que ela não pode mais ser criada pelo pai. Entra então no circuito uma advogada renomada (Michelle Pfeiffer) que aceita o caso como uma forma de desafiar os colegas, mas acaba se envolvendo.

Recomendamos para você



O que você sobre isso, sua opinião é importante

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *