Chineses se unem para salvar animais do zoológico de Wuhan que ficaram sem alimento após bloqueios

Pessoas e instituições enviaram ajuda de todos os cantos e o fornecimento de suprimentos se estabilizou

chineses se unem para salvar animais do zoológico de Wuhan

Desde o início do surto do novo coronavírus na província de Hubei, na China, a região tem sido mantida isolada para impedir que se espalhe. Mais de 630 pessoas morreram apenas na província devido ao vírus.

Além das vitimas humanas, os animais também estão sofrendo, mas não pela doença causada pelo coronavírus. Wuhan é considerada o epicentro do problema, e o zoológico de lá não está recebendo suprimentos adequadamente.

tigres no oológico de Wuhan
Tigres se refrescam ono zoológico de Wuhan antes da crise – Foto: Xinhua

Os casos confirmados de contaminação em pessoas já passa de 3.100 em Hubei. As informações são das autoridades chinesas. Wuhan está praticamente em total quarentena. Os suprimentos são destinados a pontos de maior atenção.

Os bloqueios e redirecionamento de suprimentos fez com que os animais do zoológico de Wuhan ficassem sem comida. Esforços de pessoas de todo o país, segundo o China Daily, estão resolvendo isso e os animais estão sendo atendidos.

padas no zoológico
Pandas também estão entra os animais do zoológico – Foto: Weibo

Especialistas em saúde do país afirmaram que o vírus se originou de morcegos, mas pode haver um hospedeiro intermediário entre o morcego e os humanos. Sendo assim, o caso está sob séria investigação visando encontrar o ponto cego na equação.

Fornecimento de peixes para os animais parou devido à quarentena

animais sem alimento do zoológico da China
Aves estão entre os animais mais prejudicados – Foto: Wikimedia

A administração do zoológico afirmou que o fornecimento, principalmente de alimentos de origem marinha ou aquática em geral, se estabilizou desde que foi lançado um pedido de ajuda emergencial, que, felizmente, foi atendido.

De acordo com o aviso divulgado nas redes sociais do zoológico, em 1º de fevereiro, os produtos de origem aquática para algumas aves, como pinguins e pelicanos, estavam em grande escassez.

Leia também:

Quais são os sintomas do novo coronavírus?

China: Fotos de médicos e enfermeiros com rostos feridos pelo uso contínuo de máscaras viralizam

Cães e gatos estão sendo jogados de prédios pelos próprios donos na China após notícias falsas sobre vírus

Vários animais aquáticos precisavam muito de alimentos, que eram controlados devido às preocupações com o surto. Com o afastamento e isolamento das pessoas, os fornecedores de peixes parara de suprir a demanda.

“O peixe fresco, especialmente os pequenos peixes crus, geralmente vem de pescadores em cidades ou vilarejos vizinhos. Os controles temporários de tráfego se tornaram um grande desafio para o transporte entre cidades da província”, disse o escritor científico local Wuhan Hua Shi.

aves no zoológico
Pavão no zoológico de Wuhan – Foto: Wikimedia

Especialistas buscam entender quais animais seriam os transmissores à humanos

Pesar do terror causado e dos tristes casos registrados recentemente, envolvendo descarte e até morte de animais domésticos, como cães e gatos, eles não são alvo das investigações.

Alguns relatórios sugeriram cobras, por exemplo. Acredita-se também que o vírus tenha se espalhado no mercado atacadista de frutos do mar de Hunan, em Wuhan. Ou seja, ainda não se sabe ao certo o que causou a situação de calamidade em saúde.

 animais no zoológico de Wuhan
Imagem ilustrativa – Foto: R Satish Babu, EPS:

O apelo público do zoológico por ajuda recebeu imenso apoio de chineses de todo o país. A ajuda veio de todos os lados. No sábado, o zoológico anunciou que alguns cidadãos locais já haviam enviado comida para a unidade.

Um supermercado popular, chamado Freshhema, em resumo, também ajudou. Na tarde de domingo, 100 kg de peixe chegaram ao zoológico de Wuhan e outros 250 kg de outro tipo de peixe, para os pelicanos, serão enviados ao zoológico dentro de alguns dias, segundo o relatório.

Recomendamos para você



Por favor deixe sua opinião isso é muito importante

Deixe sua opinião sobre esse assunto. Campos obrigatórios são marcados com *