Depressão em gatos: Oito maneiras de saber se o bichano é depressivo 

Depressão em gatos
(Kari Shea)

A depressão é chamada de “o mal do século”, pois atinge cada vez mais pessoas. A abrangência do problema atinge humanos da infância à velhice. Com os aumentos nos casos, especialistas criam novas formas de lidar com isso. Mas, você sabia que a depressão em gatos também é possível? Descubra oito maneiras de saber se seu bichano está depressivo. 

Depressão em gatos pode ser tratada com medicamentos 

No Reino Unido, a depressão em gatos passou a preocupar veterinários e donos. Antidepressivos para os bichanos foram desenvolvidos para tal fim. Os gatos dormem muito, sejam depressivos ou não, portanto, é preciso ficar atendo aos detalhes. 

Depressão em gatos veterinário
(MIKHAIL VASILYEV)

Gatos não costumam gosta de mudanças, por exemplo. De acordo com a instituição Cats Protection, a simples chegada de um novo animal ou de um bebê pode causar transformações nos gatos. O Dr. John Bradshaw, da Universidade de Bristol, afirma que outros gatos podem causar mais danos. Isso, pois a possibilidade de bichanos não se darem bem com a própria espécie é maior. 

Sintomas de depressão em gatos 

problemas de saúde gatinhos
(Eric Han)

Confira esses oito sinais de atenção. Caso encontre um ou mais no seu bichinho, procure ajuda. Os gatos são animais divertidos e cheios de amor. Sendo assim, vamos garantir que eles estejam sempre felizes. 

1 – Excesso de sono 

gatinho depressivo
(Pacto Visual)

Um gato pode dormir mais de 18 horas por dia. Se o seu gatinho passa ainda mais tempo escondido e cochilando, é melhor ver mais de perto se ele está bem.  

2 – Comer demais 

Depressão em gatos tratar
(James Sutton)

A cada voltinha, os gatos domésticos voltam para o potinho de ração. Mas, mesmo assim, é possível identificar um excesso. Se você notar que o gato está comendo mais ainda do que o normal, procure um veterinário. 

3 – Perda de pelos aparente 

gatinho saúde
(Paul Hanaoka)

É comum, para quem tem gatos, ver pelos espalhados pela casa toda. Mas, se você notar que o bichano está ficando, de fato, careca, é um sinal de que a saúde está mal. 

4 – Posições defensivas 

remédio para gatos
(Chewy)

Se o gato mostrar que está tentando se defender ou atacar você de uma forma diferente é um mal sinal. E não estamos falando daquele bote surpresa de debaixo da mesa. Um gato triste, depressivo, pode se tornar agressivo. 

5 – Negar comida 

Depressão em gatos remédio
(Kote Puerto)

Da mesma forma que comer demais é um sinal, a falta de interesse pela comida também é. Assim como em humanos, a depressão felina altera o apetite de modos variados. 

6 – Ronronar diferente 

Depressão em gatos como identificar
(Manja Vitolic)

Os gatos ronronam por motivos ruins também. Quando estão com dor, incomodados ou tristes, os felinos ronronam. Se notar um ritmo diferente, mais acelerado e inquieto, pode ser um sinal preocupante.  

7 – Desinteresse pelas regras ou coisas que amava 

Depressão em gatos o que fazer
(Max Baskakov)

A depressão em gatos pode ser identificada notando o comportamento do animal. Fazer as necessidades fora da caixa de areia, falta de interesse em caixas ou brinquedos podem ser um sinal amarelo.  

8 – Insônia 

Depressão em gatos cuidados
(Ludemeula Fernandes)

Um gato que não dorme pode ter diversos problemas de saúde, entre eles a depressão. Fique de olho, pois há remédios para dormir para ajuda o bichinho. Mas apenas um veterinário pode receitar esse tipo de medicamento. 

Enfim, a dica mais importante de todas é: faça consultas regulares ao veterinário. 

Mais curiosidades: 

Mais de 300 gatinhos foram resgatados em apartamento minúsculo 

Raça selvagem de gatos super expressivos vai melhorar seu dia 

Mulher compra um sofá usado e ele vem com um gatinho escondido 

     

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.