Gatinho especial se parece com uma aranha e foi adotado por último

A história do gato Áries começou quando a mãe dele, uma gata selvagem de três patas, foi resgatada de uma armadilha. O gatinho especial se parece com uma aranhar e nasceu em uma situação delicada.

A mãe, assustada e desacostumada com humanos, estava muito estressada. Ela estava presa na armadilha e grávida quando foi encontrada e levada a um abrigo. Traumatizada, não conseguiu cuidar bem dos bebês.

gatinho se parece com uma aranha
(Tracy Pitisci)

Enquanto não fosse levada para um local mais tranquilo e quente, não conseguiria ser uma boa mãe. Foi quando entrou em cena Tracy Pitisci, uma voluntária que adotou a família temporariamente.

Em resumo, a mulher fez uma parceria com o abrigo local Ana’s Angels, para promover a adoção dos filhotes e da mãe. A gata ganhou o nome de Diana e ela e os gatinhos ficaram na casa da família Pitisci, em Jacksonville, Flórida (EUA).

gato aranha
(Tracy Pitisci)

Em casa, portanto, ela percebeu que um dos filhotes tinha algo diferente dos outros. As patinhas dele estavam dobradas contra o estômago, em um ângulo que dificultaria que andasse quando pudesse.

Gatinho especial passou por tratamento, mas continuou com a aparência de uma linda aranha

Quando foi colocada em uma sala silenciosa e quente, Diana começou a amamentar os gatinhos. Ao ver que estava tudo bem, o foco da família passou a ser Áries, que tinha as patinhas tortas.

gato especial
(Tracy Pitisci)

A condição poderia dificultar a adoção e, em resumo, foi isso que aconteceu. O gatinho chegou a passar por um tratamento que consistia em prender a patas para fortalecer a musculatura e melhorar o ângulo das pernas. Mas, no fim das contas, a perninhas continuaram tortas.

gatinho especial
(Tracy Pitisci)

Enfim, os irmãos de Áries foram adotados e ele, como esperado, ficou par trás. Mas a família Pitisci já tinha se apaixonada pelo pequeno guerreiro e ficou com ele. Sendo assim, o gatinho-aranha se juntou a outros felinos com necessidades especiais da casa.

gato com necessidades especiais
(Tracy Pitisci)

Hoje, ele ainda tem dificuldades em andar e correr. Por outro lado, isso não atrapalha as brincadeiras e diversão. O gato brinca no parque, gosta de descer pelo escorregador e é muito feliz.

Leia também:

Gato faz caretas por diversão e pessoas acham que ele está doente

Gata foi à praia pela primeira vez e não consegue parar de sorrir

Gatinho sozinho em casa tem comportamento de partir o coração

     

23 Comentários

Dê sua opinião
  1. Feliz e agradecida a Deus e a essa familia que o adotou! Me lembrei da minha Elzinha, minha pretinha amada que me deixou semana passada!😞

  2. A minha gata Isolda tem uma pata assim. Ela foi resgatada da rua há mais de dez anos e tem uma vida normal.
    O tratamento é cirúrgico e lá nos USA custa 10 mil dólares.

  3. ..essas matérias são muito importantes pois conscientiza as pessoas..os animais são puros… parabéns pelas matérias , pelo afeto e pelo trabalho nobre … parabéns

  4. Eu gosto tanto quando ouço dessas histórias, me faz ter certeza de que tem gente de consegue cuidar de animais assim se eu pudesse, faria a mesma coisa😍😍

  5. Que bom que tudo acabou bem para todos! E o nosso catspider foi acolhido num lar cheio de positividade. Isso é muito importante! 😻😍💓👏👏👏👏👏🤐🤐🤐👏👏

  6. Tenho um casal de gatos pretos,o macho é igualzinho a esse gatinho,ele tem problemas mentais , quando me deram ele ,ele estava todo machucado e não sabia mamar,eu o ensinei a mamãe na mamadeira
    Olhando pra ele , é um gato normal ,mas não é,a cabeça é lenta, mente lenta
    Ele se chama Logan e ela se chama Zoe ,amo muito.
    Amo gatos…

  7. Que bom que o mundo mesmo com tanto caos e ódio consegue ser lugar com pessoas maravilhosas como estas. Parabéns aos envolvidos, e muita saúde para o gatinho arranha.❤️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.