Parque da índia autoriza matar caçadores para proteger rinocerontes

Ao menos 20 caçadores são mortos anualmente

Parque da índia autoriza matar caçadores para proteger rinocerontes

Sabemos que, para casos extremos, são necessárias soluções extremas. A lei está aí para garantir que as coisas sejam resolvidas da melhor forma possível. Mas, e quando a lei não dá conta? E quando ninguém liga para a lei? Já viu algo parecido?

Na Índia, aconteceu algo que ilustra isto. O Parque Nacional de Zakiranga, lar de rinocerontes, tomou uma decisão que levanta controvérsias. Sem conseguir barrar a matança destes animais por conta de caçadores ilegais, a administração teve que apelar.

caçadores são mortos para proteger rinocerontes
Foto: Getty Images

Os seguranças do parque receberam permissão para atirar e matar caçadores que invadam a área. Os rinocerontes são alvos devido aos chifres, que têm algo valor no mercado negro. No início do século, segundo a BBC, havia apenas cinco animais na região.

Porém, depois da liberação do abate de caçadores, as coisas mudaram. Hoje, há mais de 2,4 mil rinocerontes de um chifre na mesma região. Isto equivale a dois terços de toda a população desta espécie no mundo todo.

índia mata caçadores
Avdesh and Jibeshwar são guardas que têm autorização de atirar para matar
(Foto: BBC)

Com esta decisão, houve redução nas mortes de rinocerontes, mas elas não cessaram. Ainda há muitos abates ilegais e roubo de chifres dentro da reserva. Por outro lado, a quantidade de mortes de caçadores também é alta. São, pelo menos, dois mortos por mês, ou seja, mais de 20 por ano.

Em 2015, por exemplo, houve mais mortes de caçadores do que de animais. Mas nos outros anos, mesmo com o animador crescimento da população de rinocerontes, há mais abates de animais do que de caçadores.

Fonte: BBC

Leia também:

Cadela perde a visão devido a estresse causado por fogos de artifício

Recomendamos para você



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *