Achados e Perdidos Metrô SP – como recuperar objetos esquecidos

Serviços funcionam de forma simples, mas pouca gente volta para buscar o que perde

achados e perdidos metrô sp
O serviço é fácil de usar (Foto: Reprodução)

Sem dúvida, uma cidade do tamanho da capital paulista precisa de serviços que atendam tantos munícipes com qualidade. A cada ano, a quantidade de itens esquecidos pela cidade parece que aumenta. Sendo assim, um serviço como o de Achados e Perdidos Metrô SP faz a diferença.

Apenas em 2018, para se ter uma ideia, quase 180 mil itens diversos foram esquecidos nas estações e trens. Mas estamos falando de casos de usuários do Metrô e da CPTM, a Companhia Paulistana de Trens Metropolitanos. Se focarmos só nos itens deixados para trás no Metrô, foram mais de 91 mil objetos.

achados e perdidos metrô são paulo
Poucos usuários voltam para buscar itens perdidos
(Foto: Reprodução)

Os dados representam, em suma, um recorde da companhia em termos de achados e perdidos. Documentos representam a grande maioria das coisas esquecidas. Ou seja, 62% dos materiais recolhidos nos veículos são documentos, como RG, CPF, CNH e até mesmo passaportes.

As informações são do próprio Achados e Perdidos Metrô SP. Fora as papeladas essenciais para o dia a dia, outros objetos esquecidos com frequência são: guarda-chuvas, carteiras, relógios, celulares, chaves e brinquedos de crianças. Portanto, este serviço é de extrema importância para o cidadão paulistano.

Achados e Perdidos Metrô SP devolve cerca de 25% dos itens

Por outro lado, há itens muito menos ‘comuns’ que foram recolhidos nos vagões. Uma pia de banheiro, por exemplo, está aguardando o dono aparecer. Há também muletas, próteses de pernas, manequim, máquina de escrever e, pasmem, um drone.

Mesmo sendo objetos caros, ou indispensáveis, nem sempre os donos voltam para buscar. A CPTM tem média de devolução de 40% do que é encontrado. Mas, no caso do Metrô, a média é menor: apenas 25%. Sendo assim, os depósitos dos Achados e Perdidos Metrô SP ficam lotados.

Quem perderia um drone e não voltaria para buscar? E uma prótese da perna? Enfim, os donos devem ter substituído os itens rapidamente, no lugar de procurar por eles. Porém, isso é um erro, já que é fácil contactar o serviço de achados e perdidos e recuperar coisas importantes.

achados e perdidos

Itens curiosos são encontrado nos vagões
(Foto: Reprodução)

Leia também:

Os 5 reality shows mais bizarros do mundo

Conheça o lado bom da Deep Web

Os 10 melhores filmes da década segundo críticos e cineastas

Para evitar que os depósitos fiquem sem espaço, pois são muitos milhões de pessoas usando o transporte, há um prazo para ‘resgate’. Os objetos perdidos ficam guardados por 60 dias, ou seja, dois meses. Depois disso, se estiverem em bom estado, são encaminhados ao Fundo Social de Solidariedade.

Cartões de banco são destruídos depois do período. Documentos são enviados aos órgãos que os expediram.

Como recuperar itens perdidos no Metrô?

Para recuperar objetos perdidos é fácil, tranquilo e evita dores de cabeça maiores. Enfim, basta procurar o posto do serviço de Achados e Perdidos Metrô SP, que fica na Estação da Sé. Ou seja, o problema pode ser resolvido no centro da cidade, para facilitar a vida do usuário.

A central funciona de segunda a sexta, das 7h às 20h (fechada aos feriados). Mas é possível verificar se algo específico foi encontrado de forma mais fácil ainda. Você pode fazer uma busca pelos objetos recolhidos no site do Metrô. Através do telefone, em suma, também é possível saber se encontraram o que está procurando.

cptm e metrô
Milhões de pessoas usam o metrô
(Foto: Reprodução)

As estações com maior números de esquecimentos são as da Sé, Jabaquara e Palmeiras-Barra Funda. Estas são, portanto, as mais movimentadas também, proporcionalmente.

O serviço de atendimento por telefone funciona através do 0800-770-7722. O horário de atendimento é entre 5h30 e 23h30, todos os dias.

Como encontrar objetos perdidos em outros serviços?

Além do serviço de Achados e Perdidos Metrô SP, vamos te ajudar a encontrar o que procura também nos outros serviços. Em todos os casos, as consultas podem ser feiras pessoalmente, por telefone ou através da internet.

CPTM

O serviço de Achados e Perdidos da CPTM fica na estação Barra Funda. Em resumo, documentos e outros itens encontrados em plataformas, estações e nos trens podem ser localizados e recuperados no Posto de Achados e Perdidos.

Atendimento de segunda a sexta, das 07h às 19h (fechado aos feriados). Informações por telefone através do 0800-055-0121 ou busque pela internet. É necessário cadastrar login e senha.

É possível dar detalhes do dia e hora aproximada da perda e até mesmo enviar fotos do item para ajudar a localizar. O e-mail para isso é o usuario@cptm.sp.gov.br.

EMTU

O que for encontrado no Corredor ABD (São Matheus – Jabaquara) segue para o terminal mais próximo, para facilitar o resgate. Os objetos ficam por lá por apenas três dias. Depois, vai para a Central de Achados e Perdidos, no Terminal Ferrazópolis, que fica em São Bernardo do Campo (Rua Pedro Henry, 250 – Vila Olga).

Mas só ficam por lá por 90 dias. Para saber se o que perdeu foi parar lá, entre em contato polo telefone (11) 4335-3232.

achados e perdidos metro sp
Capital paulista tem mais de 12 milhões de habitantes
(Foto: Reprodução)

Importância do Achados e Perdidos Metrô SP e preferência do paulistano

O Metrô é, há cinco anos seguidos, o transporte preferido do paulistano, por exemplo. Mas não para por aí, já que é o serviço público líder na cidade, ao lado do Poupatempo. Ambos somam 11% da preferência dos usuários.

Quem mais gosta do Metrô são os moradores da região central e da zona oeste. Eles somam, respectivamente, 67% e 60% dos votos, segundo a Folha. O serviço de Achados e Perdidos Metrô SP é de grande importância para atender tanta gente que utiliza e aprova o funcionamento.

linhas transporte sp
Linhas do metrô de São Paulo
(Foto: Reprodução)

São Paulo tem movimento e quantidade de pessoas que exigem serviços eficientes

A capital paulista está entre as cidades mais populosas do planeta. Certamente é uma das mais importantes em termos de arquitetura e relevância tanto cultural quanto econômica. Com população altíssima, a cidade precisa oferecer serviços eficientes e precisos.

Em 2019, em questão de habitantes, a cidade acumula mais de 12 milhões de pessoas. Fora a quantidade de visitantes que apenas trabalham e se movimentam pela metrópole.

É o principal centro financeiro, mercantil e corporativo da América Latina. Em 2016 foi considerada a 11ª cidade mais globalizada do mundo. Ganhou também o título de Cidade Global Alfa, do Globalization and World Cities Study Group & Network.

Enfim, estas curiosidades foram úteis para você? Já perdeu algum objeto no Metrô de São Paulo? Comente, compartilhe com os paulistanos que podem usar as informações.

trem e metrô sp
Serviço de Achados e Perdidos Metrô SP é facilitado
(Foto: Reprodução)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.