Tomada de três pinos pode estar com os dias contados

Tomada de três pinos pode estar com os dias contados

O Governo Federal brasileiro parece estar decidido a dar fim a uma incômoda e quase exclusiva escolha nacional. O fim da tomada de três pinos já é pedido há um bom tempo. O padrão é obrigatório por aqui desde 2011, mas até hoje não nos acostumamos.

Quando o brasileiro compra um produto que vem de fora, ou que não é fabricado diferentemente de seu próprio padrão mundial, a coisa fica chata. Isso, pois as tomadas das casas ficam cheiras de adaptadores, benjamins e multiplicadores de tomadas.

A novidade foi publicada pelo jornal Valor Econômico. A notícia afirma que o assunto voltou a ser discutido após divulgação de resultados econômicos nacionais. O governo teria afirmado que seria hora de revogar a obrigatoriedade da tomada de três pinos, pois os números dos resultados ficaram abaixo do esperado.

Fim da tomada de três pinos exigirá muita conversa

fim da tomada de três pinos

Por outro lado, órgãos técnicos não veem a revogação com bons olhos. O diretor da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), em entrevista à revista Época disse que a mudança seria um retrocesso. Guilherme Tolstoy disse que não há possibilidade de ser eletrocutado com a tomada de três pinos, por exemplo. “Seria caótico mudar isso”, de acordo com ele.

Inda segundo Tolstoy, o impacto econômico da revogação seria contraproducente ao país. Ele afirma que, nos últimos oito anos, as construções foram feitas com o padrão dos três pinos. Ou seja, tudo teria que ser refeito.

Ele ainda falou das empresas que fabricam os eletrodomésticos, já que elas teriam que mudar novamente a forma de fabricação para a troca dos plugues.

Leia também:

7 sinais de exaustão emocional e mental

Lendas urbanas reais em relatos assustadores

Jogar Super Mario faz bem ao cérebro

Contrapartida do Governo

Para justificar a mudança, Carlos Alexandre da Costa, secretário especial de Produtividade e Competitividade, colocou cartas na mesa. Em suma, ele diz que a tomada de três pinos dificulta a entrada de equipamentos elétricos importados no país. Ainda disse que a adaptação fica mais cara.

Ainda segundo o secretário, apenas 20% das tomadas antigas, com apenas dois pinos, foi trocada para o novo padrão.

E você, o que acha disso tudo?

Recomendamos para você



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *