Agência espacial europeia confirma meteoro a caminho da Terra, mas tenha calma

Meteoro a caminho da Terra

De acordo com a Agência Espacial Europeia, em setembro, um meteoro a caminho da Terra foi confirmado. O asteroide 2006QV89 entra em rota de colisão com nosso planeta a partir de setembro de 2019. Mas ainda não será dessa vez que teremos uma conclusão hollywoodiana de nossas histórias.

(Foto em destaque: NASA / JPL)

Ainda segundo a agência, a probabilidade de sermos atingidos é baixíssima. Há uma Lista de Risco criada para medir o perigo. A estimativa, de acordo com a lista, é que a chance é de 1 em 7299. Sendo assim, podemos ficar mais tranquilos.

Por outro lado, se dermos azar e ele vier na nossa direção, o tamanho dele não seria suficiente para causar grandes estragos. Portanto, podemos seguir com nossas vidas, e sem viver cada dia como se fosse o último.

Asteroide a caminho da Terra
Não vai ser dessa vez
(Foto: ESA)

Meteoro a caminho da Terra não acende alerta de reação

De acordo com as análises de risco das agências espaciais, para que sejam necessárias ações para impedir a colisão, a possibilidade de atingir a Terra deve ser de 1 em 100. Ou seja, está bem longe de acontecer.

O 2006QV89 tem 40 metros de diâmetro, portanto, relativamente pequeno. É grande se o imaginarmos parado, na nossa frente. Por outro lado, em proporções espaciais e de perigo real, é pequeno.

O mais famoso meteoro da história, aquele que eliminou os dinossauros, era incrivelmente maior. Segundo pesquisas que avaliaram o poder de destruição do objeto, ele teria entre 11 e 81 quilômetros de diâmetro. Ele caiu há 65 milhões de anos.

Leia também:

Os 10 melhores filmes da década, segundo críticos

Ross e Rachel estariam juntos até hoje, segundo Jennifer Aniston

Conheça o lado bom da deep web

Memes brincam com o fim do mundo

A cada nova ameaça, os memes tomam a internet. Certamente há muita gente que acha que a humanidade não deu certo, e brinca com isso. Enfim, agora a Agência Espacial Europeia deu mais combustível para a zoeira.

Existe até um guia oficial da agência mostrando como seria uma situação real de queda de meteoro de grandes proporções. Há inclusive dicas de como proceder no caso.

Mas não será dessa vez que precisaremos usar o tal guia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.