Circo troca animais reais por hologramas em 3D

Hologramas substituem animais reais em circo

Antigamente, quando se falava em circo, automaticamente se imaginavam os animais fazendo truques ao lado dos artistas. Mas hoje em dia, já é quase um consenso que a prática era cruel e desnecessária. Por outro lado, ainda há quem associe circo e animais. Sendo assim, um circo da Alemanha trocou animais reais por hologramas.

Isso mesmo, em vez de elefantes, zebras e leões, o respeitável público acompanha um show com hologramas em 3D.

Diversos países, em resumo, proibiram as apresentações dos animais no picadeiro. Isso, pois situações de maus-tratos foram provadas em alguns dos circos. Mas também foi considerada a questão da exploração e estresse aos quais os bichos ficavam expostos.

Hologramas substituem os animais e eliminam a crueldade

Hologramas de animais em circo

Como a magia dos bichos ainda paira sobre a cultura circense, a ideia veio tanto para manter a tradição, quanto para dar um passo rumo ao futuro da arte. Ou seja, quem já está acostumado com os cavalos, cães e chimpanzés gostará do espetáculo. Por outro lado, quem conhece o circo agora, se encantará com a tecnologia.

Enquanto os humanos mostram suas proezas com mágicas, números no trapézio e malabares, os animais holográficos dividem a cena com eles.

O Circo Roncalli, que já é antigo, optou por seguir em frente e muito se ganhou com isso. Enfim, os animais e o público só têm a comemorar.

Leia também:

Estresse humano contagia cães, diz estudo

Odores da natureza previnem estresse e câncer

Gato herói salvou família de incêndio

Circo investiu em tecnologia para os novos espetáculos

Animais reais foram trocados por hologramas

O Circo Roncalli está na estrada desde 1976. Ou seja, tem uma história longa de sucesso. Para introduzir os hologramas nos espetáculos, foi desembolsado um valor equivalente a 2 milhões de reais.

Os artistas animais digitais são projetados em 360 graus por um palco de 32 metros. As imagens são lindas, e certamente traz a magia para o século XXI. Outros circos famosos, como o Cirque du Soleil, foram por outro caminho. Os animais não são usados, apenas humanos e, com isso, os espetáculos são cada vez mais belos e inacreditáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.