Carla Diaz será Suzane von Richthofen no filme “A Menina que Matou os Pais”

Carla Diaz será Suzane von Richthofen

A produção do filme “A Menina que Matou os Pais” ganhou a aquisição mais importante no elenco. A atriz Carla Diaz interpretará Suzane von Richthofen no longa que contará o crime cinematograficamente.

Protagonista de um dos casos policiais de maior repercussão no Brasil, Suzane terá sua história contada na telona. Inicialmente, a produção não narrará a história da criminosa em si. A obra deverá focar no crime, com preparação e execução. Mas nada foi confirmado ainda.

O diretor será Mauricio Eça (Carrossel – O Filme). Ele ainda não deu detalhes mais sólidos sobre o filme, mas afirmou que deve acompanhar os acontecimentos do crime. Os contextos dos assassinatos de Manfred e Marísia von Richthofen deverão ser os pontos centrais.

Carla Dias
Khadija ficou no passado
(Foto: Reprodução/Instagram)

Carla Diaz começou a carreira cedo

Nem precisa ser muito noveleiro para se lembrar de Khadija, em “O Clone”. A pequena esbanjava carisma com seus bordões, como “inshalá” e “muito ouro”. Certamente, Khadija está entre personagens icônicos da novela, que foi exibida em vários países.

A atração foi ao ar em 2001, quando Carla ainda era uma criança. Desde então ela não saiu mais da TV.

Mesmo sendo lembrada como a intérprete de Khadija até hoje, Carla Diaz já evoluiu nos papéis. De ensaios sensuais até personagens mais maduras, sem dúvida, ela mostrou que a criança ficou para trás.

Leia também:

5 casos reais de exorcismo assustadores

Pessoas que morreram jogando videogame

Estresse humano contagia cães, diz estudo

Carla Diaz em O Clone

Carla Diaz em “O Clone”
(Foto: Reprodução)

Diretor também prepara cinebiografia de Silvio Santos

Além de “A Menina que Matou os Pais”, Mauricio Eça desenvolve uma cinebiografia do comunicador Silvio Santos. A história deverá ser contada em flashbacks.

Em 2001, a filha do apresentador, Patrícia Abravanel, foi sequestrada e o andamento do crime foi acompanhado nacionalmente. Cerca de 12 horas depois, a casa de Silvio foi invadida e ele ficou refém por sete horas.

A ideia, em resumo, é que no período de cárcere ele relembre toda a trajetória e carreira. Sendo assim, o filme mostrará não só o passado do ícone da TV, mas também os eventos mais assustadores trazidos pela fama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.