Casa mais solitária do mundo foi cravada em uma montanha e está vazia há 100 anos

Casa mais solitária do mundo
(Foto: Alamy Stock)

Na internet, às vezes, aparece no nosso feed uma casinha solitária em algumas montanha ou ilha com a pergunta: “você viveria aqui, sem internet, por um mês? Mas geralmente são casinhas confortáveis, apesar de simples. Já no caso da casa mais solitária do mundo, na Itália, seria um verdadeiro desafio viver lá. Tanto, que o local está desabitado há 100 anos.

Há um mistério que ainda permanece com relação a essa moradia estranhamente planejada. Quase 9.000 pés acima do nível do mar no meio das extensas Montanhas Dolomitas da Itália, esta extraordinária casa está embutida na lateral da face rochosa.

Casa mais solitária do mundo foi cravada em uma montanha e está vazia há 100 anos
(Foto: Alamy Stock)

A localização bizarra de Buffa di Perrero intriga as pessoas há décadas — enquanto outros especulavam como os antigos moradores poderiam chegar lá em cima. Notavelmente, acredita-se que a impressionante propriedade tenha sido construída há mais de 100 anos durante a Primeira Guerra Mundial.

Dizem que soldados italianos experientes construíram o abrigo como um lugar para descansar enquanto lutavam contra os austro-húngaros através do terreno acidentado. Eles teriam usado o bloco escondido para armazenar suprimentos e se abrigar do inimigo, bem como das forças da natureza.

A arquitetura inacreditável só teria sido acessível por escadas de corda e carrinhos de cabo improvisados — ou pela trilha traiçoeira da montanha que só aqueles corajosos ousariam usar. Exploradores alertaram que o caminho, parte da Via Ferrata Ivano Dibona, requer um “alto nível de aptidão” para subir.

Casa mais solitária do mundo na montanha
(Foto: Alamy Stock)

A Via Ferrata — “caminho de ferro”, em italiano — é equipada com escadas de aço, degraus e cabos embutidos na montanha para os ramblers usarem para navegar em seções difíceis. Aqueles que chegam ao local isolado podem dar uma olhada dentro do local misterioso.

Mas além de admirar a estrutura e vistas panorâmicas de uma altura assustadora, há pouco para ver. A estreita sala coberta de madeira é estranhamente embalada com várias cadeiras brancas de madeira, sugerindo que os soldados ou aventureiros modernos simplesmente aproveitaram a oportunidade para colocar os pés para cima.

casa na montanha
(Foto: Alamy Stock)

Isso faz sentido, pois algumas das trilhas nas Dolomitas podem levar cerca de uma semana para acabarem. A seção Auronzo do Club Alpino Italiano — grupo que supervisiona trilhas na área — parece ter sido inspirada no local incomum, pois eles construíram um abrigo contemporâneo para rivalizar com este histórico.

Eles encomendaram um moderno novo refúgio de caminhadas para viajantes cansados que fica perto do passe de Forcella Marmarole e pode caber até 12 pessoas. Sua concha foi espetacularmente colocada no lugar por um helicóptero enquanto seu posicionamento fornece a ilusão de que ele está realmente caindo na vasta cadeia de montanhas.

Os exploradores podem pegar um teleférico parcialmente antes de embarcar em uma extenuante caminhada de cinco horas até o abrigo deslumbrante.

Fontes e créditos: New York Post e The Sun.

Casa mais solitária do mundo Itália
(Foto: Alamy Stock)

Leia também:

Homem acorda no necrotério após ser declarado morto em acidente

Raras evidências de crucificação foram descobertas em esqueleto no Reino Unido

Martin Laurello, a Coruja Humana: homem podia virar a cabeça para trás

casa misteriosa montanha
(Foto: Alamy Stock)
Casa mais solitária do mundo montanha
(Foto: Alamy Stock)
     

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.