Marília Mendonça deixou mais de 320 músicas

Marília Mendonça deixou mais de 320 músicas
Reprodução/Instagram

Uma grande perda para a música brasileira. A cantora e compositora Marília Mendonça deixou milhões de fãs, mas seu legado será preservado. Vítima de um acidente aéreo, a estrela da música sertaneja, chamada de “Rainha da Sofrência” ainda tem muito a oferecer ao cenário musical.

Segundo dados do Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), foram registradas 324 músicas no nome de Marília. Esses dados foram obtidos pelo Jornal Extra. Além das músicas registradas por ela, há 391 gravações, contando as da cantora e as que ela gravou com parcerias.

Marília Mendonça deixou músicas
reprodução/Redes sociais

O próprio Ecad afirmou que, culturalmente falando, a Rainha foi “uma artista essencial para o sertanejo”. A quantidade enorme de canções mostra a contribuição de Marília com dados sólidos. Uma das artistas mais tocadas nas rádios e que, sem dúvida, continuará tocando.

Além do que já está disponível para os fãs, há alguns trabalhos com colegas da música que serão lançados em breve. A equipe de Marília Mendonça já foi a público falar sobre isso. Ao menos cinco músicas estão prontas, com parceiros e parceiras de altíssimo nível.

Segundo a equipe, há gravações de Marília Mendonça com Dom Vittor e Gustavo, que é o irmão mais novo da cantora; Hugo e Guilherme; a cantora mexicana e amada no Brasil, Dulce Maria; Guilherme e Santiago; e Ludmilla. O projeto de turnê “As Patroas”, que juntava Marília Mendonça e a dupla Maiara e Maraisa poderá continuar, mas com uma reformulação.

Anotações de novas músicas foram encontradas no avião em que Marília Mendonça morreu

músicas de Marília Mendonça
Divulgação

Um dos itens recuperados do avião, após a morte de Marília Mendonça, foi um caderninho de anotações. Para a tristeza dos fãs, havia nele anotações de novas músicas. Essas canções, ao menos em parte, nunca serão gravadas. Um legado escrito, triste, que mostra o quanto a artista ainda poderia contribuir para a música nacional.

O advogado da família da cantora, Luiz Maurício, disse à imprensa que o caderninho foi entregue à família da artista. Se houverem trabalhos completos nas anotações, ainda poderemos ver gravações póstumas ainda compostas por Marília Mendonça.

     

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.