Governador suspende execução na última hora e cancela pena de morte

Governador suspende execução na última hora
Reuters/NICK OXFORD

A pena de morte é uma polêmica no mundo. Há quem ache jutos, e há quem ache que é excessiva. Enquanto o assunto é discutido, estamos americanos continuam aplicando a pena capital. Por lá, o governador de Oklahoma suspende execução na última hora e cancela pena de morte.

A informações são da agência Reuters. De acordo com a reportagem, o governador do Estado norte-americano de Oklahoma, Kevin Stitt, foi o responsável. Ele suspendeu nesta quinta-feira a execução do detento Julius Jones. Isso aconteceu pouco antes da hora marcada para o cumprimento da pena de morte por um homicídio cometido 22 anos atrás. Há dúvidas sobre a culpa do acusado.

A suspensão da pena acatou uma recomendação de clemência do Conselho de Perdão e Liberdade Condicional de Oklahoma. A votação por 3 a 1 no dia primeiro de novembro pela mudança da sentença de Jones para a prisão perpétua.

Pressão popular levou à decisão histórica

“Após considerações piedosas e revisando materiais apresentados por todos os lados deste caso, eu determinei a troca da sentença de Julius Jones para a prisão perpétua sem a possibilidade de condicional”, afirmou Stitt em nota sobre o caso.

Governador suspende execução
Tia e prima de Jones ouvem a decisão sobre s supensão da pena de morte – Reuters/NICK OXFORD

A alteração foi solicitada quatro horas, apenas, antes da hora de Jones receber a injeção letal. Isso ocorreria com um coquetel de três substâncias, consideradas desumanas pelos advogados, na apelação de última hora.  Jones, de 41 anos, foi condenado por matar a tiros o executivo Paul Howell durante um roubo de carro na casa da vítima.

Os advogados trouxeram evidências de que Jones estaria em casa com a família no momento do crime. Segundo a defesa, essa prova nunca foi apresentada ao júri, porque os advogados na época não investigaram o caso a fundo.

O caso despertou o interesse de celebridades, entre elas Kim Kardashian. Ativistas contra a pena de morte também se manifestaram. A comoção provocou vários protestos e vigílias por todo o Estado nos últimos dois dias. Ouvindo esse clamor e pressão, a pena de morte foi cancelada e o caso segue em investigação enquanto o acusado passa para prisão perpétua.

Mais curiosidades:

Universitários da Holanda criam uma van que roda até 730 km por dia usando apenas energia solar

Garotinho botafoguense se recusa a torcer para o Flamengo e viraliza

Filha de piloto de Marília Mendonça vai processar Cemig

Recomendamos para você



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *