Decisão inédita: Homem foi condenado por estuprar cadela na Costa Rica

Homem foi condenado por estuprar cadela na Costa Rica
Homem foi condenado por estuprar cadela na Costa Rica - Imagem ilustrativa - Foto: Guillermo Latorre

Cada vez que decisões são tomadas em prol dos direitos dos animas, recuperamos um pouco de nossa fé na humanidade. Em decisão inédita, por exemplo, um homem foi condenado por estuprar uma cadela. O crime aconteceu na Costa Rica.

O indivíduo, de 55 anos, foi condenado a seis meses de prisão por cada ato. Mas foram comprovados, ao menos, dois estupros. Sendo assim, ele passará um ano atrás das grades. O caso foi registrado em 2017, e o resultado saiu agora. O precedente pode abrir portas para condenações na mesma linha.

Segundo testemunhas e a própria investigação, o homem dizia que a cadela era sua namorada. Foram constatados sinais de maus-tratos e sangramentos no animal. O homem também terá que responder pelos maus-tratos, além do abuso sexual.

Homem foi condenado por estuprar cadela, mas há outros casos em andamento

Homem foi condenado por estuprar cadela
Homem foi condenado a dois anos de prisão – Imagem ilustrativa – Foto: Isabela Kronemberger

Em 2019, uma mulher foi julgada por abuso sexual contra um cachorro. Mas, por falta de evidências, ela foi absolvida. Desde a mudanças nas leis nacionais que lidam com crimes deste tipo, já são dois casos julgados.

A lei atual da Costa Rica contra maus-tratos começou a valer desde 2017. As penas variam entre seis meses e três anos de prisão. Por outro lado, há um agravante se as agressões culminarem na morte do animal.

Em conclusão, ato cruéis são punidos com penas que variam entre seis meses e dois anos de prisão. Abusos considerados menos graves, são punidos com 20 a 50 dias de reclusão e multa.

Leia também:

Câmera flagrou homem amarrando cachorro em poste e o abandonando

Jogadora Marta construiu abrigo para animais abandonados no Sertão de Alagoas

Cachorro idoso adota gatinha recém-nascida abandonada

     

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.