Depressão é a doença do século – sintomas, diagnóstico e tratamento

Dados da Organização Mundial da Saúde indicam que a doeça será a mais comum no mundo até 2030

depressão é a doença do século
Doença é cada vez mais comum no mundo (Foto: Anthony Tran)

Em primeiro lugar, é importante deixar claro que a melhor forma de lidar com esta grave doença é com ajuda profissional. Sendo assim, todas as informações a seguir são para ajudar a entender este mal. Afinal, não é à toa que a depressão é a doença do século.

Portanto, vamos te ajudar a compreender a depressão e os perigos que ela traz. E voltamos a lembrar: busque ajuda médica se estiver em dúvida no seu próprio caso. Muitos casos deixam de ser tratados, pois os acometidos não aceitam procurar auxílio.

Especialistas em saúde mental não são “médicos de loucos”, como há quem acredita. Pelo contrário, eles estão aí para evitar que deixemos nossos problemas nos consumirem.

oms depressão
Dados da Organização Mundial da Saúde indicam futuro preocupante
(Foto: Eric Ward)

Depressão é a doença do século e os sintomas ajudam a identificar

Entre os principais sintomas da repressão está o humor abatido. A pessoa, em suma, fica triste e desesperada sem razão aparente. Sente que o futuro será complicado e lida com um vazio persistente. É como se a vida não tivesse mais sentido.

O pessimismo e falta de esperança andam ao lado do depressivo. É um luto constante, mesmo que nada tenha sido perdido.

Irritabilidade também é comum. O acometido tem mudanças de humor bruscas e radicais. Ou seja, passa de alegria a total desespero em minutos. Sente-se inútil, ultrapassado e sem valor, portanto, acaba se comparando a outras pessoas.

A perda do prazer em fazer coisas que antes amava é um alarmante sintoma da depressão. Hobbies deixam de ser atrativos e atividades antes prazerosas são deixadas de lado.

doença mais perigosa do mundo

Uma das doenças mais perigosas do mundo
(Foto: Nik Shuliahin)

Leia também:

Brasil é o país que mais sofre com ansiedade no mundo, segundo OMS

6 sintomas de doenças mentais que o corpo te dá

Sexo alivia sintomas da depressão, segundo especialista

Falta de energia para tudo também é sinal de alerta, bem como fadiga frequente sem motivo. Mas há sintomas que, em vez de deixar a pessoa mais lenta, a faz acelerar. Parte dos depressivos não consegue ficar sentada, e age como alguém sob efeito de energéticos.

O descanso também é prejudicado, pois o acometido tem dificuldade para dormir e, pela manhã, não consegue sair da cama. Sendo assim, os problemas são para dormir e acordar.

Distúrbios alimentares são comuns, como falta de apetite ou fome em excesso, por exemplo. Alterações de peso acontecem dos dois lados e os doentes podem tanto engordar quanto emagrecer muito.

depressão suicídio
Doença é uma das principais causas de suicídio entre jovens
(Foto: Paola Chaaya)

O mais grave sintoma da depressão

A doença também traz outros sintomas físicos que não são tão claros para identificar a condição, mas é bom ficar de olho. Problemas digestivos, dores de cabeça, cólicas. Estes detalhes podem indicar distúrbios, ainda mais se não passam, mesmo após tratamento e uso de medicações.

Por outro lado, um dos sintomas mais graves da depressão é o pensamento suicida. Todos os detalhes da doença são assustadores e, certamente, graves. Mas este, resumidamente, é o que pode levar à morte mais rapidamente.

Sem vontade de sair da cama e achando que não há mais nada de interessante no mundo, a pessoa não quer mais viver. O medo em relação ao futuro, pensamentos nebulosos e a crença de que nada de bom há ou virá faz o depressivo querer acabar com o sofrimento.

depressão entre jovens
Perigo que se espalha
(Foto: Sydney Sims)

E é importante realçar que, quem chega ao ponto de pensar em tirar a própria vida está em estado de total desespero e sofrimento. A única forma que a pessoa encontra, em sua mente depressiva, para dar fim ao próprio sofrimento é o suicídio.

Mas há tratamento. Há formas de lidar com isso e tudo que acontece na cabeça de quem sofre com depressão é irreal. Ou seja, ela acha que não é amada, mas é sim; acha que é inútil, mas tem sim seus dons, habilidades e peculiaridades; acha que o mundo não tem mais beleza, mas ainda pode viver grandes amores, alegrias e prazeres.

Tratamentos para depressão

Mais uma vez focamos na importância de conversar com um profissional de saúde mental.

Entre os medicamentos mais comuns no tratamento da depressão estão os antidepressivos. Eles alteram a forma como determinadas substâncias agem no cérebro. Elas atuam na ação do estresse sobre o corpo e no controle do humor. Ou seja, os remédios buscam evitar descontroles que causam as ondas de tristeza, em resumo.

depressão é a doença do século segundo oms
Sem forças para enfrentar o dia
(Foto: Yuris Alhumaydy)

Enfim, são testados diferentes medicamentos para descobrir a qual deles a pessoa se adapta melhor. O objetivo é encontrar qual é mais bem aceito pelo organismo e que atenua os sintomas da doença de forma mais eficaz.

Os efeitos podem levar até quatro semanas para aparecer. Alguns pontos podem começar a melhorar antes dos outros. A concentração, que no depressivo pode ficar comprometida, é um dos primeiros quesitos a melhorar. Distúrbios de apetite também ficam menos evidentes.

E, em conclusão, o humor melhora no fim do ciclo, geralmente. Se a depressão é a doença do século e é conhecida por causar tristeza, a melhora do humor parece ser o mais complicado de conseguir.

segundo oms a depressão é a doença do século
Falta de propósito e sensação de invalidez
(Foto: Stefan Spassov)

Diferença entre depressão e ansiedade

Ambas as doenças acometem cada dia mais pessoas. As duas são transtornos psicológicos que andam de mãos dadas. Por outro lado, não são, necessariamente, a mesma coisa.

Acima, você já conheceu os principais sintomas da depressão. No caso da ansiedade há muitos pontos parecidos, como irritabilidade, dores físicas e distúrbios alimentares.

Mas a ansiedade se caracteriza pelas preocupações em excesso com praticamente tudo. É como se cada quesito da vida da pessoa fosse motivo para se exaltar e perder a paz.

sentido da vida
Suicídio é cada vez mais comum. Várias campanhas foram criadas para valorizar a vida
(Foto: Ben White)

O simples fato de uma pessoa falar para um ansioso algo do tipo “preciso falar com você”, é motivo para que o acometido fique sem dormir à noite, por exemplo. Na cabeça da pessoa com ansiedade, essa conversa pode ter um milhão de motivos ruins ou tensos. Mas, no fim das contas, talvez quem disse isso só queria pedir um favor, ou mesmo, uma boa notícia.

A melhor forma de saber se o caso é de depressão ou de ansiedade é procurando um profissional.

Organização Mundial da Saúde aponta que realmente a depressão é a doença do século

Enfim, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que, até o ano de 2030, a depressão será a doença mais comum no mundo. Ou seja, nos próximos 20 anos, esta condição atingirá mais pessoas do que o câncer ou problemas cardíacos.

Ela será também a doença mais incapacitante nos próximos anos, sem contar que terá custos altíssimos para os governos. Os tratamentos e perdas de produção no trabalho farão da depressão um verdadeiro fardo mundial.

diferença entre depressão e ansiedade
Mundo sem cores
(Foto: Anthony Tran/Unsplash)

A própria OMS afirmou que a doença será a que custará mais aos cofres púbicos. Este mal também trará mudanças sociais altamente relevantes, já que a produção pode cair e novas medidas podem se fazer necessárias.

Mais de 450 milhões de pessoas têm transtornos mentais hoje em dia, no mundo todo. Grande parte dos doentes é de países em desenvolvimento, de acordo com dados do mais importante órgão de saúde do mundo. As informações foram publicadas durante a Cúpula Global de Saúde mental, na Grécia.

Diagnóstico da depressão

Ficamos felizes que tenha lido o artigo até o fim, mas reforçamos que apenas pesquisar na internet é diagnóstico. Portanto, procure ajuda de especialistas caso ache que pode estar apresentando sintoma de depressão.

ansiedade sintomas
Sensação de solidão constante
(Foto: Noah Silliman)

Usando apenas o “Google” como consultor, há diversas formas de errar e se prejudicar. Por um lado, você pode achar que é depressivo sem ser. Por outro lado, pode achar que, por não apresentar alguns dos sintomas citados não precisará de ajuda quando, na verdade, pode ser alguém com depressão.

Falta de sintomas não é diagnóstico, da mesma forma que ter alguns sintomas não significa um parecer favorável. A depressão é a doença do século, mas não quer dizer que você deve achar que todos são vítimas em potencial.

A dica mais importante, em conclusão, é: vale a pena procurar um médico.

3 Comentários

Leave a Reply
  1. E tem mais! O Brasil é um dos países com mais pessoas ansiosas no mundo. Então a depressão e a ansiedade estão abatendo muito o brasileiro. As informações são importantes mesmo.

    • O Brasil já é o país com mais ansiosos do mundo, segundo a OMS. Este é, sem dúvida, um primeiro lugar que ninguém quer ter. Que bom que gostou do conteúdo. Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.