Cadela mantida em corrente curta estava desnutrida e não conseguia descansar a cabeça

Ela era obrigada a ficar com a cabeça erguida para não sufocar, mas teve um final feliz

cadela mantida em condições crueis

Mais um caso triste de negligência com animais que teve um final feliz. Uma cadela mantida em uma corrente curta viveu anos em situação deplorável. Cala, como é chamada, estava desnutrida, cheia de feridas e nem sequer conseguia descansar.

Quando se deitava em sua pilha de trapos sujos, ficava com a cabeça suspensa. Ou seja, se soltasse o peso para repousar corretamente, acabaria se enforcando. Ela era mantida em uma oficina mecânica, na Costa Rica, perto da capital, San Jose.

Cala ainda recebia pouca comida e nenhum carinho. A situação dela mudou após intervenção de vizinhos.

cadela em corrente curta

Cadela mantida em condições cruéis foi resgatada

Pessoas que passaram pela oficina e vizinhos denunciaram a situação de Cala. Ela tinha ficado doente, mas o dono nunca a levou ao veterinário. O desafio de manter a cabeça erguida para sobreviver tornou a saúde dela ainda mais comprometida.

Além da fraqueza e das feridas pelo corpo, o animal também tinha problemas para respirar, devido à asfixia.

cadela mantida em corrente

Leia também:

Homem foi preso pela Polícia Rodoviária Federal por abandonar gato em rodovia

Mulher com câncer terminal se casa com alma gêmea e morre pouco depois

Médicos cubanos desenvolvem cura para o vitiligo a partir de placenta humana

Após a denúncia, a polícia foi até o local e resgatou a cadela. Participou também da ação uma equipe do Territorio de Zaguates, que é um santuário para cães abandonados. Centenas de cachorros são acolhidos e cuidados no local.

A recuperação de Cala foi lenta, e a confiança em humanos também demoraria a ser recuperada. Isso, pois mesmo em segurança, os veterinários precisavam cuidar das feridas dela. Mas para o animal, eram mais pessoas causando dor.

cadela enforcada

Cala está bem e foi adotada

A cadela mantida em situações assustadoras encontrou o amor, finalmente. Depois de um tempo de recuperação no santuário, se acostumando a outros cães a humanos, ela voltou a gostar da vida.

Antes derrotada e pronta para desistir, Cala começou a brincar e se divertir, cobrava atenção humana e trocava carinho. Estava pronta para voltar ao convívio.

Enfim, quando estava forte, recuperada e saudável, Cala foi adotada por uma família nova. Agora ela vive com pessoas que a amam e com outros cães.

cadela mantida em condições

cachorra feliz

cadela mantida em corrente

cachorra em coleira

cachorra em corrente curta na costa rica

Nota média 4.8 de 9 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.