Confira fotos de Chernobyl 33 anos após maior acidente nuclear da história

Confira fotos de Chernobyl 33 anos após maior acidente nuclear da história

A maior tragédia nuclear da história completou 33 anos em 2019. Na cidade de Pripyat, na Ucrânia, funcionava a famosa usina de Chernobyl. Em 26 de abril de 1986, diversos problemas levaram ao comprometimento do reator número quatro. Um desastre sem precedentes foi o resultado. Mais de três décadas depois, a região ainda é inabitável, e fotos mostram Chernobyl e Pripyat nos dias de hoje.

O clima de cidade fantasma é digno de filmes de terror pós-apocalípticos. O icônico parque de diversões, com a famosa roda gigante, deixa as imagens ainda mais assustadoras.

O caso, sem dúvida, ainda não foi totalmente explicado até hoje. O governo soviético encobriu a história. O que se sabe sobre o ocorrido é apenas o que a União Soviética permitiu que se soubesse.

Confira as fotos de Chernoyl nos dias de hoje:

Cidade fantasma

Cidade fantasma Pripyat

Chernobyl fotos

Fotos de Pripyat

cidade abandonada Ucrânia

Fotos de Chernobyl e Pripyat

Cidade fantasma Chernobyl

roda gigante Chernobyl

lago de Chernobyl

Pripyat abandonada

As fotos são de Vladimir Migutin.

Fotos de Chernobyl levantam questionamentos sobre a tragédia

Certamente poucas histórias da vida real são tão fáceis de transformar em um filme de terror como a tragédia de Chernobyl. Tanto, que há conteúdos diversos entre filmes, séries e documentários com foco no tema.

Um teste realizado pelos funcionários da usina teria dado errado, resultando no envenenamento de uma grande área do Leste Europeu. Em conclusão, a temperatura do reator teria perdido o controle após interrupção do sistema hidráulico de resfriamento.

Pouco depois, o superaquecimento resultou na explosão doo reator, que estava cheio de Urânio-235. O poder radioativo desse elemento é tão absurdo, que até hoje, 33 anos depois, não é possível se aproximar do reator destruído.

Leia também:

Brasil é o país mais ansioso do mundo

Quantas vezes por semana devemos fazer sexo?

Odores da natureza previnem doenças, diz estudo

Falhas técnicas na construção do reator, primeiramente, também teriam contribuído para o incidente. A cidade de Pripyat foi construída para abrigar os trabalhadores da usina. Tanto esta cidade quanto outros vilarejos da região ainda estão abandonados.

O reator número quatro foi isolado dentro de uma grande estrutura de metal, pois sem isso, os danos causados seriam ainda mais devastadores em toda a região.

Recomendamos para você



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *