Irã abateu drone dos Estados Unidos e tensão aumenta na região

Irã abateu drone dos Estados Unidos e tensão aumenta na região

O Irã fez um anúncio oficial para dizer que abateu uma aeronave americana. Mas não se tratava de um avião tripulado, e sim um drone. O equipamento sobrevoava o Estreito de Ormuz quando foi atingido. O drone dos Estados Unidos fazia trabalho de vigilância ao sul do Irã.

A região tem grande importância para os países envolvidos nas constantes discussões envolvendo petróleo. O estreito, em resumo, é uma importante passagem para os petroleiros que seguem do Oriente Médio. Navios foram atacados na região recentemente.

(Foto em destaque: Divulgação do exército dos EUA/Reuters)

Pelo menos um quinto de todo o petróleo do mundo passa por ali em embarcações, por exemplo.

Donald Trump se pronunciou através do Twitter e disse que o Irã cometeu um grande erro. Saberemos o que o presidente norte-americano queria dizer com isso com o desenrolar da história.

Drone dos Estados Unidos sobrevoava o Irã, segundo Guarda Revolucionária

O ataque foi confirmado pelo canal de TV “ABC News”, que checou o incidente com um funcionário dos Estados Unidos. A emissora deu detalhes sobre o equipamento. Tratava-se de um MQ-4C Triton. O aparelho foi atingido por um míssil enquanto estaria sobrevoando o sul do Irã.

A aeronave teria entrado no espaço aéreo iraniano durante a madrugada. Isso foi dito pela Guarda Revolucionária, pertencente à elite do exército do país. O mesmo grupo é tido pelos EUA como terroristas.

Mas o alto escalão do Pentágono desmentiu. Os americanos afirmam que o ataque foi injustificado, e que o drone dos Estados Unidos estava em espaço aéreo internacional.

Este novo capítulo coloca mais tensão na relação conturbada entre EUA e Irã.

Leia também:

Veja fotos de Chernobyl 33 anos após maior desastre nuclear da história

Os 5 reality shows mais bizarros do mundo

Conheça o lado bom da deep web

Represália seria um desastre, segundo Rússia

De acordo com o presidente russo, Vladimir Putin, um ataque americano ao Irã seria catastrófico. O Oriente Médio como um todo sofreria consequências, de acordo com Putin. O resultado seria uma grande onda de violência e uma nova crise de refugiados.

Na opinião da Rússia, O Irã está em dia com os compromissos referentes aos acordos nucleares. As sanções contra o país seriam infundadas, sob o ponto de vista do Kremlin.

Recomendamos para você



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *